PESQUISA ASSOCIA PENSAMENTO POSITIVO A MENOR RISCO DE DECLÍNIO DA MEMÓRIA

Outro estudo aponta que crianças com maior autocontrole se tornam adultos mais saudáveis

Um estudo publicado pela revista “Psychological Science” no fim do ano passado, mostra que as pessoas que sentem entusiasmo e alegria – os chamados sentimentos positivos – têm mais chances de não enfrentar problemas de declínio da memória com o passar do tempo. Todos gostaríamos de manter nossas lembranças e um número cada vez maior de trabalhos sugere que essa capacidade está diretamente associada a um envelhecimento saudável, tanto do ponto de vista físico, quanto emocional e mental.

Um outro estudo reforça o papel fundamental das emoções: crianças com maior autocontrole tendem a ser adultos mais saudáveis na meia-idade. Divulgado no começo de janeiro na “Proceedings of the National Academy of Sciences”, a publicação da Academia Nacional de Ciência dos EUA, o levantamento acompanhou mil neozelandeses do nascimento até os 45 anos. Aqueles que, na infância, eram capazes de controlar seus sentimentos e comportamentos, envelheciam menos rapidamente do que seus pares da mesma faixa etária. Seus corpos e cérebros eram biologicamente mais jovens e sadios.

Os pesquisadores enfatizaram que alguns participantes haviam conseguido aperfeiçoar seu autocontrole e que isso havia se tornado um fator relevante na vida adulta, mostrando que é o tipo de atributo que pode ser ensinado e desenvolvido. Afinal, nunca é tarde demais para começar.

Fonte: G1 – Bem Estar

Data da publicação 04/02/02021

Parceiros